colunas
 


Entrevista com o Baterista Virgil Donati


virgil-donati-rio-daniel-bateraVIRGIL DONATI

Esse é o nome que causou febre entre os bateras brasileiros nesse ano de 2011, pois o mesmo fez sua maior tour pelo Brasil com organização da Urbann Boards, marca brasileira de tênis para bateristas que o patrocina e que trouxe este grande baterista e artista para lançar e apresentar seu modelo de tênis exclusivo signature e que estará muito em breve disponível no mercado brasileiro.

Uma de suas apresentações foi em Duque de Caxias, e quem possibilitou essa vinda dele ao Rio foi a loja Mega Disconildo. A loja e o Rodrigo de Castilhos (proprietário da Urbann Boards) nos ajudaram a ter esse bate-papo exclusivo com o Virgl Donati e abaixo você pode conferir essa entrevista.

COMENTE E DIVULGUE!!!

DANIEL BATERA entrevista VIRGIL DONATI

Daniel Batera - Como foi para você a experiência desse teste com a banda Dream Theater?

Virgil Donati - Bem, sabe, é sempre legal ser convidado. Aquela banda tem ótimos músicos… entao, é uma honra ser convidado. Foi uma experiência bem legal, encontrar os caras, e tocar com eles, e… foi muito bom para o meu bom amigo Mike Mangini, sabe. Estou muito feliz por ele. Eu acho que foi a melhor escolha para aquela banda, para o que eles precisam.

DB - Quais bateristas mais te influenciaram quando você começou a tocar bateria? E hoje em dia quais te influenciam?

Virgil - No começo um dos mais importantes foi Ian Pace, quando eu era novo. Ian Paice é um ótimo baterista. Atualmente eu acho… tem muitos, tem muitos, sabe. Muitos deles estão entre os melhores, é muito difícil escolher um.

DB - Qual tipo de som e bandas nós podemos encontrar no seu Ipod?

Virgil - Ah, eu tenho, honestamente, bastante música clássica. Porque tenho feito muitos arranjos orquestrados, para vários projetos, incluindo o meu e eu gosto muito de ouvir músicas sinfônicas. Penso que elas são inspiradoras e também eu pratico muitas peças para piano, então é o que eu tenho escutado. É o que eu tenho no meu Ipod… principalmente.

DB - Quais foram as suas espectativas ao saber que viria ao Brasil? O que achou do país e do público em seus workshops?

Virgil - Bem, eu sempre tive muitas espectativas… Agora eu descobri que o Brasil não só faz ótimos tênis para bateria, mas também, organizou uma ótima turnê, e fez um ótimo trabalho. E, sabe, todos os lugares que nós fomos, fui bem recebido, e vendemos, na maioria dos lugares todos os ingressos. E foi uma turnê muito animadora, sabe? Eu nunca tive essa oportunidade no Brasil antes, então é uma nova experiência para mim e eu estou muito empolgado com os prospectos para o futuro.

DB - E o público brasileiro lhe deu um bom feedback?

Virgil - As, sim sim, fantásticos. Tão entusiasmados, é muito emocionante, sabe, eles reconheceram a minha música e… é muita energia, uma troca de energia que é muito boa.

DB - E você conhece ou já estudou ritmos brasileiros?

Virgil - Ah, sim, Já! Digo, eu tentei adicionar à minha vida e carreira… Eu vi quase tudo em termos de bateria. Eu não diria que sou um expert em músicas brasileiras, que eu as toco. Eu não tenho muita oportunidade de tocá-las frequentemente, mas cresci com meu pai tocando… nós tocávamos em clubes e… tocávamos samba e bossa nova, sabe. Muitos estilos de músicas diferentes então eu tive uma exposição a ritmos brasileiros, sim.

DB - Há algum baterista brasileiro que te chame mais a atenção?

Virgil - Eu acho… o único que eu acho que é muito muito bom é Demetrius Locks. (de Novo Hamburgo - RS)

DB - Qual mensagem que você gostaria de deixar como incentivo e experiência profissional aos bateristas brasileiros?

Virgil - Bem, sabe, o melhor conselho que eu posso dar é para ser consistente com seu trabalho, com a sua prática. Se você tem uma paixão por tocar bateria, então todo dia tente explorar algumas novas possibilidades. Seus estudos, devem ser desafiadores e também tente ir além do convencional. Tente ser um pouco diferente e aproveite as possibilidades, não seja muito consciente… Sempre com aquilo que está acontecendo ao seu redor, apenas tente ouvir você mesmo por dentro, e deixe sua própria verdade se externar.

virgil-donati-e-daniel-batera

Agradeço mais uma vez à Rodrigo de Castilhos da Urbann Boards e à Mega Disconildo pela oportunidade de ter entrevistado e batido um papo com esse grande batera tão reconhecido no mundo todo.

Agradeço também ao nosso novo colaborador Herbert Batera, que irá nos auxiliar daqui prá frente com as traduções necessárias no Portal Daniel Batera.

Espero que tenham gostado. Comentem no rodapé da página e cliquem no botão do twitter e do facebook para compartilhar.

Até a próxima!

Grande abraço!

DANIEL BATERA®

www.danielbatera.com.br

daniel-istanbul-logo

































4 Comentarios...

Ítalo Brunno

agosto 19, 2011 @ 10:42 pm

Parabéns Daniel ! Fiz duas aberturas dele no Brasil e achei fantástico a pessoa dele.

Abraços !

Leonardo Borba

agosto 19, 2011 @ 11:00 pm

Tive a oportunidade de ir no Workshop do Virgil aqui no RS.Concerteza o Demetrius Locks deve ter ficado muito contente e orgulho de si mesmo ao saber que um Baterista que está entre os 20 mais conhecidos do Mundo,Ter reconhecido o trabalho dele.Eu sinto muito orgulho Pelo Demetrius Locks por ele tocar muito bem e por ser Gaúcho.

E Parabéns pela Entrevista,ficou ótima.

Rafael Baialuna

agosto 22, 2011 @ 11:12 pm

Pow,falar o que dele né??…,rs sei lá ele é meio do outro mundo,para mim o melhor da atualidade ele é do capeta!!!abraço………………………………

Daniel

setembro 20, 2011 @ 6:41 pm

Demetrius Locks é de outro planeta, pessoa incrível de personalidade sem igual, quem conhece sabe a caminhada do cara no mundo da bateria e da música! Sucesso Mano Demo, Deus te deu talento e nós te daremos apoio. Tamo junto! XDaniX

Deixe seu comentário